sexta-feira, 19 de dezembro de 2008

Qual o papel de uma Junta de Freguesia

Observando as três Juntas de Freguesia do nosso Concelho, hoje questiono-me qual o papel de uma Junta de Freguesia?
Devendo ser um agente de proximidade dos cidadãos, as Juntas de Freguesia estão transformadas em meros Serviços Administrativos, dado os parcos Orçamentos que têm, esgotando-se, na sua maioria, no pagamento de Despesas Correntes.
Esta situação agravou-se ainda mais para o ano 2009, considerando que o Orçamento de Estado 2009 não assegura as remunerações e os encargos dos Presidentes das Juntas que tenham optado pelo regime de permanência a tempo inteiro ou a meio tempo.
Se ao valor transferido pelo Fundo de Financiamento das Freguesias (FFF), amortizarmos o valor antes imputado ao Orçamento de Estado das remunerações e encargos dos eleitos em regime de permanência, verificamos que as receitas para as três Juntas de Freguesia do nosso Concelho para o ano 2009 decrescem, sendo que a Junta de Freguesia da Quinta do Conde é uma das Juntas cujo o orçamento decresce mais a nível nacional, concretamente:
Junta de Freguesia de Santiago – 4,2%;
Junta de Freguesia do Castelo – 6,2%;
Junta de Freguesia da Quinta do Conde – 19,6%.
Perante o cenário de um avultado valor de despesas correntes e um cada vez menor orçamento da receita, o investimento realizado é cada vez menor.
Há efectivamente que haver uma descentralização de competências do Município para as Juntas de Freguesia, e assim aproveitar a mais valia de proximidade que as mesmas detêm junto dos cidadãos.
Por mais vontade que as Juntas de Freguesia tenham em resolver os problemas dos seus Fregueses, a sensação de impotência é grande.

sexta-feira, 21 de novembro de 2008

Freguesia do Castelo pode candidatar-se ao PRODER




A Freguesia do Castelo, cuja classificação tinha deixado de ser rural, voltou a ter, pelas suas características e pelo trabalho da ADREPES - Associação para o Desenvolvimento Rural da Península de Setúbal, a possibilidade de se candidatar ao PRODER, conforme comunicado de imprensa da ADREPES.


ADREPES vê aprovada candidatura ao EIXO 3 do PRODER
Península de Setúbal assegura mais de 12 milhões de euros para o Desenvolvimento Rural

A ADREPES viu aprovada a candidatura apresentada à gestão do Eixo 3 do Programa de Desenvolvimento Rural do Continente destinado à Qualidade de vida nas zonas rurais e diversificação da economia Rural
Os investimentos poderão atingir mais de 12 milhões de euros até 2015, contando com uma comparticipação pública de cerca de 6 milhões.
Os apoios destinam-se à diversificação da economia e criação de emprego e à melhoria da qualidade vida das populações rurais ...


A estratégia da ADREPES para o Desenvolvimento Rural da Península de Setúbal alcançou a classificação mais elevada a nível nacional
A zona de Intervenção que pode usufruir dos apoios agora conseguidos corresponde ao seguinte território:
· Todo o concelho de Alcochete.
· No concelho de Montijo, as freguesias de Sarilhos Grandes, Alto Estanqueiro-Jardia, Pegões, Sto Isidro de Pegões e Canha.
·No concelho da Moita: As freguesias de Gaio-Rosário e Sarilhos Pequenos
·No concelho de Setúbal: As Freguesias de S. Lourenço, S. Simão, Nª Sr.ª da Anunciada (com excepção do núcleo Urbano), Sado e Gâmbia, Pontes e Alto da Guerra.
·No concelho de Palmela: As freguesias de Palmela, Quinta do Anjo, Pinhal Novo (com excepção do núcleo urbano), Poceirão e Marateca.
·No concelho de Sesimbra, a freguesia do Castelo

segunda-feira, 17 de novembro de 2008

Poder

A um ano sensivelmente das eleições autárquicas começam a surgir as primeiras manifestações de possíveis candidatos, falando-se até de movimentos independentes.
Para mim tudo é salutar, desde que a máxima seja a Democracia. E o que é a Democracia? Consultando um dicionário on-line, Democracia está definida como “sistema político fundamentado no princípio de que a autoridade emana do povo (conjunto de cidadãos) …”.
Quando se fala que o próximo ano será o ano mais temível em termos de recessão a nível mundial, olhamos para as mãos e nada temos. Os nossos jovens mais qualificados saem do concelho porque não têm trabalho onde possam aplicar os seus conhecimentos. E depois, aquando as eleições, ainda nos admiramos da elevada taxa de absentismo dos mais jovens.
Mais do que reflectir do que o nosso concelho precisa, pensa-se sobretudo do poder. O poder de ser Presidente, o poder de ser Vereador…, característico das sociedades do 3.º mundo.
Infelizmente, outros interesses se levantam...
Sesimbra precisa de estratégia, precisa de medidas, precisa de futuro.
Enquanto povo temos o direito e devemos exigir!

segunda-feira, 3 de novembro de 2008

AMI - Reciclagem de óleos alimentares em Sesimbra

Talvez não saiba, mas existem no concelho de Sesimbra restaurantes que recebem o óleo alimentar que usa na sua cozinha, sendo cada litro de óleo transformado num donativo para ajudar a AMI na luta contra a exclusão social.
Para participar neste projecto da AMI junte o óleo alimentar que usa na sua cozinha numa garrafa de plástico e entregue-a num destes restaurantes:

Ponto Come e Bebe
Estrada Nacional 377 Largo das Forças Armadas 2970-095 Sesimbra


A.da Costa e Roque
Quinta Casal Santa Filomena Aldeia do Meco 2970-Sesimbra

Agrupamento Vertical de Sesimbra Castelo Poente - Escola
Básica 2,3 Navegador Rodrigues Soromenho
Rua Conselheiro Ramada Curto

Pastelaria Casal
Rua da Almoinha nº93 BAlmoinha 2970-135 Sesimbra


Restaurante Tasca do Gil
Rua da Republica nº2 Sao Tiago 2970-000 Sesimbra


Casa do Campo Pastelaria, Lda
Rua de Stª Mª do Castelo ,23E ; Corredoura


Churrasqueira O Pinhal
Rua dos Trabalhadores Agricolas Alfarim 2970-000 Sesimbra


Participe! Ajuda o meio ambiente e a AMI na luta contra a exclusão social.

Para mais informações consulte o site da AMI em http://www.ami.org.pt/.

domingo, 26 de outubro de 2008

Sesimbra guarda Tesouros

Verdadeiros “Tesouros” da Arquitectura Portuguesa das décadas de sessenta e setenta foram redescobertos ontem em Sesimbra nas visitas organizadas pelo Grupo Observa e Clube Sesimbrense.
Da autoria do Arquitecto Conceição Silva as obras do Hotel do Mar, Bloco do Moinho e do Condomínio Porto de Abrigo mostram o cariz inovador dos projectos, que ainda hoje se sobrepõe a muitos dos realizados actualmente.
Nestas visitas, guiadas e comentadas pelo Arq. Luís Paixão, apercebemo-nos da preocupação do enquadramento das obras com a paisagem, do uso da Madeira como material nobre que é, da atenção especial dada à utilização de “canteiros” com vegetação, mas também da simplicidade do traço que permite obter espaços amplos e extremamente funcionais.
A visita iniciou-se no Bloco do Moinho, seguindo para o Hotel do Mar, o qual ofereceu um lanche aos participantes, tendo terminado já noite no Condomínio Porto de Abrigo.
Início da Visita - Bloco do Moinho

Arq. Luis Paixão a comentar a visita - Hotel do Mar


O uso da Madeira - Hotel do Mar

O entusiasmo do Arq. Rui Passos (organizador do evento) - Hotel do Mar

A hora do lanche - Hotel do Mar

O enquadramento das obras com a paisagem - Hotel do Mar

O desenho de Espaços Amplos - Hotel do Mar

A utilização de canteiros com vegetação - Condomínio Porto de abrigo

Término da visita - Condomínio Porto de abrigo


sexta-feira, 24 de outubro de 2008

Exposição - A obra do arquitecto Francisco da Conceição Silva


Dia 25 de Outubro (sábado)


Visitas guiadas e comentadas pelo Arquitecto Luís Paixão às obras do Arquitecto Conceição Silva:
Concentração - Sociedade Sesimbrense, a partir das 15H30

Ordem das visitas:

1 - Bloco do Moinho
2 - Porto de Abrigo
3 - Hotel do Mar (com lanche)

Dia 31 de Outubro

Colóquio "Novos caminhos na Arquitectura e Urbanismo"

Contamos com a sua presença!

Iniciativa Observa e Clube Sesimbrense

segunda-feira, 8 de setembro de 2008

Zambujal vence Taça do Concelho

O Zambujal venceu ontem a final do torneio "Taça do Concelho" em futebol.
A primeira fase do Torneio disputou-se no Campo Vila Amália, com os jogos Sesimbra – Alfarim e Quinta do Conde – Zambujal, tendo a final sido disputada no campo do Alfarim.
Este ano a Taça ficou para o Zambujal, com O Quinta do Conde a levar o prémio de FairPlay e melhor marcador.

sexta-feira, 5 de setembro de 2008

Nossa Senhora da Consolação do Castelo

No dia 7 de Setembro realizou-se, na Igreja de Santa Maria do Castelo, a tradicional Missa em honra de Nossa Senhora da Consolação, Padroeira do Concelho de Sesimbra.
A eucaristia celebrada pelo pároco Francisco, contou com a presença das principais entidades oficiais e principalmente de muitos residentes do nosso concelho, tendo terminado com a Consagração a Nossa Senhora da Consolação.




quinta-feira, 4 de setembro de 2008

Campanha de Consciência Parkinson!

A Associação Europeia de Doentes de Parkinson, lançou uma campanha a que chamou: A Doença de Parkinson é visivel - seja capaz de a viver!
E que tal espreitarmos para estarmos informados!

quarta-feira, 3 de setembro de 2008

Feira do Mel

No passado fim-de-semana decorreu no Castelo de Sesimbra mais uma edição da Feira do Mel. Tradicional, animada e doce são as palavras que caracterizam esta feira que há 10 anos é um dos cartões de visita do concelho de Sesimbra.
Uma feira que junta gerações e que apela à participação de miúdos e graúdos com os já tradicionais concursos da Feira: Desenho, Fotografia, Doçaria e como não poderia deixar de ser o do Mel. Parabéns aos organizadores e aos participantes, que tão bem sabem receber!


segunda-feira, 25 de agosto de 2008

Encontros do Clube


Uma conversa animada, onde se falou um pouco da história, do presente e do futuro da Política em Portugal, foi o caracterizou o debate a Importância da Política.
Independentemente das simpatias partidárias, tivemos em Sesimbra três oradores de elevada fasquia e que nos honraram com a sua presença.
Na “manga” do Grupo Observa, encontra-se agora uma pequena homenagem ao notável Arquitecto Conceição Silva, com exposição e debates sobre sua obra, em particular no Concelho de Sesimbra. A não perder! 2.ª Quinzena de Setembro.

quarta-feira, 23 de julho de 2008

Debate A Importância da Política

Da política dos grandes ideais, da dedicação à causa pública, à ideologia da morte da politica, três lutadores pela democracia debatem a importância da política
Mário Soares
Carlos Brito
Fernando Rosas
25 de Julho 21,00 h
Clube Sesimbrense (Grémio)
entrada livre


Inciativa: Observa e Clube Sesimbrense

quarta-feira, 11 de junho de 2008

Por favor denuncie!

Não me assumindo como uma feminista, mas como uma simples mulher, não posso deixar de referenciar o bom trabalho que a UMAR – União de Mulheres Alternativa e Resposta tem desenvolvido nalgumas áreas em que intervém, nomeadamente na Violência contra as Mulheres.
Há algumas semanas os meios de comunicação social noticiavam que a violência doméstica matou 17 mulheres em 3 meses, no entanto além da notícia que ouvimos e sobre a qual ficamos muito incomodados, o que foi feito?
O certo é que quando se apagam as luzes da “ribalta” dos noticiários esquecemo-nos que a violência doméstica não é um problema trimestral ou anual, aquando são publicados os dados estatísticos, mas sim um problema diário, perante o qual, maioritariamente as mulheres se debatem.
Ao visitar o site da UMAR, em http://www.umarfeminismos.org/, o cibernauta tem á sua disposição diversa documentação relacionada com a violência doméstica.
Não sejamos coniventes com cobardes, sejam homens ou mulheres, que utilizam a violência como forma de afirmação pessoal. Por favor denuncie!

quinta-feira, 17 de abril de 2008

Cartão vermelho para os principais partidos



No passado dia 11 de Abril, teve lugar no Clube Sesimbrense o terceiro debate promovido pelo grupo Observa e pelo próprio Clube Sesimbrense.
Para falar sobre o Desporto e a Prática Desportiva a Nível Local estiveram presentes prestigiados nomes a nível nacional, nomeadamente Manuel Sérgio, Luís Sénica, José Alves de Sousa e Gustavo Pires.
Em jeito de conversa animada focou-se pontos cruciais para o desenvolvimento do desporto a nível local e qual a estratégica a ser seguida.
Não menosprezando os presentes, importa dar um cartão vermelho aos principais partidos que dizem fazer política no nosso Concelho. Pois, embora fosse dia de Assembleia Municipal e não tirando qualquer importância à mesma, não me recordo de ter notado a sua presença ou de alguém que os representasse num debate tão rico de ideias. Afinal não vale a pena ouvir quem mais percebe do assunto para que seja definida de uma vez por todas uma estratégia desportiva para o nosso Concelho?

Apenas algumas notas sobre os oradores:

Manuel Sérgio – Professor Doutor em Motricidade Humana da Universidade Técnica de Lisboa, Presidente do Instituto Piaget – Almada, sócio fundador da Sociedade Internacional de Motricidade Humana;
Luís Sénica – Natural de Sesimbra, Professor na Universidade de Évora, Coordenador Técnico das selecções Nacionais de Hóquei em Patins;
José Alves Antunes de Sousa – Professor Doutor em Filosofia, Investigador do Centro de Estudos de Filosofia da Universidade Católica, Professor no Instituto Piaget; Gustavo Pires – Professor Catedrático da Faculdade de Motricidade Humana da Universidade Técnica de Lisboa, Presidente do fórum Olímpico de Portugal, Membro Honorário do European Association for Sport Management.

Argentina Marques

XI Congresso da Associação Nacional de Freguesias


Realizou-se nos passados dias 28 e 29 de Março o XI Congresso da Associação Nacional de Freguesias (ANAFRE), estando representadas a nível do nosso Concelho as Juntas de Freguesia do Castelo e de Santiago.
Além da votação e aprovação do relatório e contas da ANAFRE, foram debatidos vários temas, destacando-se a votação de mais uma moção de rejeição à Lei Eleitoral das Autarquias Locais e a exigência de uma maior atribuição de competências e consequente financiamento para as Juntas de Freguesia.
De facto, cada vez mais a atribuição de competências é confundida com a atribuição de novas funções que a Administração Central tem incutido e que nada têm a ver com as competências de uma Junta de Freguesia, como são os casos dos Protocolos com os CTT e com o IEFP. Tais protocolos, na minha opinião e de muitos dos Autarcas presentes, transformaram as Juntas que os receberam em meros serviços administrativos para os quais não estão vocacionadas, impossibilitando-as de agir no âmbito das suas competências, tornando-se portanto necessária uma efectiva transferência e requalificação de competências e recursos financeiros.
A garantia da qualidade e das condições de vida das populações do interior do país foi outro dos pontos focados, uma vez que se tem assistido a um encerramento de serviços, nomeadamente no âmbito da Saúde e da Educação, não sendo de admirar que a área metropolitana de Lisboa tenha, somente, 2.600 milhões de habitantes.
Argentina Marques

terça-feira, 1 de abril de 2008

Parabéns Artesanalpesca


Num interessante serão, que envolveu uma apresentação do Farol do Cabo Espichel, pelo Comandante Brites Nunes e um excelente momento musical proporcionado pela Violinista Paula Fernandes e pelo Harpista David Rodrigues, a Artesanalpesca recebeu o Prémio Espichel 2007.

Justamente reconhecida pelos Deputados Municipais, a Artesanalpesca tem desenvolvido a sua actividade tendo como objectivo a melhoria das condições de vida dos pescadores Sesimbrenses em particular e da população em geral.

Soltem os prisioneiros ...


domingo, 9 de março de 2008

Consignação em 0,5% do IRS

Consignação em 0,5% do IRS

Há pessoas que precisam de Si...
Não feche os olhos ao pedido da APDPK - Associação Portuguesa de Doentes de Parkinson

"É em relação à sua "Preciosa Ajuda" que vimos solicitar a sua colaboração na consignação de 0,5% do imposto liquidado, (Lei n16/2001 de 22 de Junho), referente ao ano de 2007.

Não lhe traz qualquer encargo, pois trata-se de uma percentagem da receita já arrecadada pelo estado.

Para tal basta preencher no Anexo H - Quadro 9 - Campo 901 com

NIPC da APDPK 504.058.550"
Argentina Marques

A Ternura das Mulheres

São 03h52 m da madrugada de 8 de Março de 2008 e estou a ler o livro “O ultimo minuto da vida de S”, de Miguel Real. Confesso que o que me atraiu na compra deste livro foi o mesmo se basear na vida de Snu Abecassis e no romance vivido com Francisco Sá Carneiro. Apesar da admiração que sempre tive por Francisco Sá Carneiro, neste momento, reflicto se esta admiração será somente pelos ideais que defendeu ou também pela coragem que teve em assumir publicamente a sua paixão por Snu Abecassis.
Entretanto o meu pensamento vagueia e ocorre-me que hoje se comemora o dia Internacional da Mulher e lembro-me de ouvir, durante a tarde de ontem, que um estudo atribuía a Portugal o último lugar na tabela dos países que têm mulheres em cargos políticos. Será que podemos atribuir a “culpa” desta situação aos homens portugueses?
Ou seremos nós, enquanto mulheres demasiado permissivas? Afinal quem são os grandes responsáveis pelos salários mais baixos que algumas mulheres auferem para o mesmo trabalho? Pelos cargos de topo estarem na sua grande maioria nas mãos dos homens?
Infelizmente ainda são muitas as mulheres que vivem toda a vida submissas à vontade dos homens! No livro, que hoje leio, existe uma frase de Natália Correia que não consigo deixar de transcrever “A rosa mística que faz girar a humanidade, não pertence aos músculos dos homens, mas à ternura das mulheres – sede mulheres, fazei filhas às carradas, para mudarmos o mundo”.
Afinal, compete-nos a nós mulheres mudarmos a nossa situação, pois somos nós, na maioria das vezes, responsáveis pela educação dos homens enquanto nossos filhos, sendo que devemos incutir o respeito pela igualdade entre os géneros.
Apesar de considerar que o dia das mulheres é todos os dias, não posso deixar passar em branco esta data que representa todas as mulheres e as batalhas realizadas.
3 Vivas:
Viva o dia Internacional da mulher!
Vivam as mulheres que educam os seus filhos promovendo a igualdade entre géneros!
Vivam todos os homens que respeitam as mulheres e que têm a inteligência de as ouvir!
Argentina Marques, in O Sesimbrense, 18 de Março 2008