segunda-feira, 17 de novembro de 2008

Poder

A um ano sensivelmente das eleições autárquicas começam a surgir as primeiras manifestações de possíveis candidatos, falando-se até de movimentos independentes.
Para mim tudo é salutar, desde que a máxima seja a Democracia. E o que é a Democracia? Consultando um dicionário on-line, Democracia está definida como “sistema político fundamentado no princípio de que a autoridade emana do povo (conjunto de cidadãos) …”.
Quando se fala que o próximo ano será o ano mais temível em termos de recessão a nível mundial, olhamos para as mãos e nada temos. Os nossos jovens mais qualificados saem do concelho porque não têm trabalho onde possam aplicar os seus conhecimentos. E depois, aquando as eleições, ainda nos admiramos da elevada taxa de absentismo dos mais jovens.
Mais do que reflectir do que o nosso concelho precisa, pensa-se sobretudo do poder. O poder de ser Presidente, o poder de ser Vereador…, característico das sociedades do 3.º mundo.
Infelizmente, outros interesses se levantam...
Sesimbra precisa de estratégia, precisa de medidas, precisa de futuro.
Enquanto povo temos o direito e devemos exigir!

Nenhum comentário: