quarta-feira, 28 de julho de 2010

Desorientação estratégica

O festival Super Bock Super Rock deu-nos a possibilidade de vermos no Meco (concretamente Jardia) a actuação de nomes sonantes que muitos de nós não pensávamos ser possível.
Sem desprimor com os restantes, sinceramente adorei a actuação do Prince e as duas interpretações da Ana Moura, aproximando duas culturas tão diferentes e tão iguais.
Com alguns aspectos organizativos a melhorar, valeu bem a pena!
No entanto, ao observar a grande afluência de público e ao receber inclusive em minha casa algumas colegas que não conseguiram alojamento, levou-me a reflectir mais uma vez sobre a falta de condições que o nosso concelho oferece aos seus visitantes e aos próprios residentes.
De facto, parece existir uma desorientação estratégica relativamente ao nosso concelho. A freguesia do Castelo que detém a maioria da costa, além de algumas situações pontuais de turismo de habitação, não consegue oferecer alojamento e um conjunto organizado de actividades. Continua-se a fazer uma aposta grande no centro de Sesimbra, que concentra unidades hoteleiras e animação. Parece já ser bom para a freguesia do Castelo contentar-se com a chegada do saneamento básico 36 anos após o 25 de Abril.

2 comentários:

Alfarim Gossip disse...

Ao desfolharmos a Agenda Sesimbra Acontece e outras publicações do nosso concelho, concluímos que a maior parte dos acontecimentos, das mais variadas áreas, se concretizam em Sesimbra, na vila, ou na Quinta do Conde.
No concelho existem outras localidades que também merecem ser promovidas e que acabam esquecidas.

Anônimo disse...

Não aos festivais na zona da Apostiça, Lagoa de Albufeira e Meco

http://www.facebook.com/group.php?gid=139747742720889